Saiba o que é Docker e como instalar - Nível3
520
post-template-default,single,single-post,postid-520,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-1.0,qode-theme-nivel3ti,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Saiba o que é Docker e como instalar

Saiba o que é Docker e como instalar

Docker é uma plataforma Open Source escrito em Go, que facilita a criação e administração de ambientes isolados.

Com Docker, você pode ter diversas versões da mesma biblioteca rodando sem conflito, pode trabalhar em outros projetos sem comprometer os recursos da máquina e sem a necessidade de levantar uma Máquina Virtual inteira somente para isso, e versionar a configuração necessária para certa aplicação rodar.

Como funciona?

O Docker possibilita o empacotamento de uma aplicação ou até mesmo um ambiente inteiro dentro de um container, e a partir desse momento o ambiente inteiro torna-se portável para qualquer outro Host que contenha o Docker instalado.

Container vs Máquina virtual

Ambos possuem recursos similares de isolamento e alocação – mas uma abordagem arquitetônica diferente permite que os containers sejam mais portáteis e eficientes.

Máquina virtual: incluem o aplicativo, bibliotecas necessárias e todo um sistema operacional – todos os quais podem chegar a dezenas de GBs.

Container: incluem o aplicativo e todas as suas dependências – mas compartilham o kernel com outros containers, executando como processos isolados no espaço do usuário no sistema operacional do host. Os containers de Docker não estão ligados a nenhuma infra-estrutura específica: funcionam em qualquer computador, em qualquer infra-estrutura e em qualquer nuvem.

Na imagem abaixo, vemos como funciona as máquinas virtuais. Além da Infraestrutura e do Sistema Operacional da máquina principal, temos o Hypervisor, o controlador do processo de virtualização, encima do Hypervisor temos um Sistema Operacional completo rodando. O que resulta em, grande consumo de memória.

No Comments

Post A Comment